(Leandro) – Olá, pessoal, tudo bem? Meu nome é Leandro Gorzoni, CEO e fundador da agência Yooper. Esse é o FAQ YOOPER, um debate estratégico com as nossas lideranças sobre as principais dúvidas do mercado de marketing digital. Hoje estou com o Gabriel Souza e o Cristiano Santos, nossos coordenadores de SEO aqui da agência. 

E vamos ao debate, o que é, como se aplica e como melhorar a autoridade de Domínio em SEO? É um tema complexo, e longe de ter uma resposta simples, não é uma resposta cartesiana de faça isso ou faça aquilo, são as melhores práticas. Quero entender como é que vocês olham para a autoridade de domínio e quais são as melhores práticas que vocês recomendam. 

(Cristiano)- Boa tarde, pessoal. Vamos lá, o que é autoridade de domínio. Muito tempo atrás, por volta de 10 a 15 anos,  autoridade de domínio era conhecida pelo Google como rank page, existia uma pontuação de 0 a 100 que classificava as páginas. 

(Leandro)- Eu lembro! Quando eu fundei a agência, de 2010 para 2011, eu lembro de ficar comparando com o DA do Uol, na época que o Uol era um dos grandes portais. E tinha uma pontuação de mais ou menos 79, 89, e me recordo de pensar “nossa, nem o Uol pontua em 100” e ficávamos batendo muito nisso. Então, já era uma métrica que não considero de vaidade porque ela vinha acompanhada de muito resultado, olhávamos muito para isso.   

(Cristiano)- Antigamente isso era uma métrica fortíssima, principalmente quando se diz respeito a backlinks, porque a autoridade de domínio é construída com alguns fatores. Primeiro é a idade do domínio. Segundo, a quantidade de backlinks que você tem daquele domínio. E tendo esses links todos linkando para você, é onde mora o segredo, pois se vier um link tóxico será como se tivesse dado um tiro em seu próprio pé. Pois funciona como uma recomendação, e sua autoridade será construída com base nas recomendações que você recebe. Se alguém de mal caráter e péssima reputação te recomenda, talvez quem está vendo a recomendação se sinta inseguro e atrele essa mesma imagem negativa a você.  Então o backlink é isso. 

O Google, anos atrás, tirou essa visibilidade, porque os sites, as empresas, as agências, começaram a olhar somente para aqueles sites que tinham um DA de 50, 60,70, e acabavam fazendo linkagem olhando somente para o DA. 

Atualmente, o Google não mostra essa métrica, que pode sim ser considerada de vaidade, pois por mais que tenha sua relevância, não vem do Google, vem de outras ferramentas, por exemplo, Semrush, Hrefs, Moz, etc. É como se essas plataformas tivessem descoberto a receita de chegar no DA, tanto que se você fizer um comparativo sobre os números apresentados por essas plataformas, sempre vai dar uma diferença.

(Leandro)- Olha, aprendi uma aqui no debate da Yooper, achei que o DA, fosse uma métrica vinda do Google mesmo, e não é uma métrica da ferramenta mesmo por isso pode dar divergência. Bacana!

(Cristiano)- Basicamente, o que eles fizeram foi pegar a receita de como que antes o Google fazia essa metrificação, fazer toda uma análise a fim de entregar o número corretamente. Nós utilizamos essa métrica para entender se aquele domínio é alto ou não, mas o consideramos uma métrica de vaidade porque a qualidade de uma página para o Google não se resume ao DA.   

E como melhorar isso? Outros links apontando para você é uma das maneiras de otimizar e isso chamamos de linkbuilder, que é quando outros sites apontam para você de forma natural. E o que é apontar de forma natural ? Fiz um post tão extraordinário, viral e informativo que o G1 soltou um artigo sobre e fez um link para o seu site, foi tão natural, que você não pediu, não comprou, não trocou por algo e logo isso vai resultar em um aumento na sua autoridade de domínio. 

Isso tudo se o site que estiver apontando para você não for tóxico, e o que é um site tóxico? É um site que tem uma infinidade de links apontando para páginas do exterior, que tem conteúdo muito genérico ou não tem conteúdo nenhum, somente links.   

(Leandro)- São páginas que só vão linkando para ter referências, mas não valem de nada. 

(Cristiano)- Exatamente! Então, para aumentar o DA, você precisa ter uma boa quantidade de link vindo de sites que possuam boa reputação apontando para você. Existe uma maneira de identificar se esses links são saudáveis ou não criando um projeto na SemRush e, ao identificar os links tóxicos, é possível mandar um report no search console que é uma ferramenta do próprio Google, e solicitar que retirem esses links. E em média de 6 a 8 meses a exclusão desse link é feita do seu domínio. E então dessa forma você consegue manter um DA, saudável perante as ferramentas e vai otimizando gradativamente.   

(Leandro)- Muito Bom! Fica aí o desafio para o Gabriel de complementar, quero entender se você concorda com as questões trazidas pelo Cristiano. Pode trazer um cenário, pois para quem está ouvindo talvez seja muito técnico ou muito complexo. 

Deve surgir dúvidas como de como gerar esses links, como aplicar de maneira efetiva isso no meu e-commerce ou se abrir uma loja recente, colocou um site no ar recentemente obviamente vou ter um DA baixo ou até inexistente. E aí é bom trazer como podemos acelerar isso, pensando que a Yooper acabou de assinar um contrato com um site que acaba de fazer o go live, como que você estruturaria um plano para acelerar a autoridade de domínio desse cara novo que possivelmente é o caso de alguns dos nossos ouvintes? 

(Gabriel)-  Boa tarde, pessoal. O Cris trouxe de maneira completa o que é relevância de domínio, o tempo de atividade, quais sites já estavam antes se esse domínio foi usado previamente e, principalmente, a popularidade. Quando falamos de backlink estamos falando de popularidade. 

Fazendo uma analogia com o mundo offline, quando queremos comprar algo pedimos indicação para algum amigo, usamos uma série de canais para pegar essas indicações. Então, se eu tivesse um site no início pensaria em estruturar essa relevância e a rede de backlinks, criaria um relacionamento com os principais “fornecedores de links”. Que é um trabalho bastante parecido com o que uma assessoria de imprensa faz ou até como um canal de influenciadores trabalha. 

Seguindo a mesma analogia do offline que usei anteriormente, se eu quero comprar um ingrediente de qualidade, não vou perguntar para quem cozinha mal. Por isso a importância em criar relacionamento com esses produtores de conteúdo e, então, gerar inputs e enfim conseguir essa linkagem, seja através de conteúdo, enviando algum tipo de produto para experimentação, pode ser apresentando ou convidando para a inauguração de um e-commerce ou o lançamento de um novo produto. 

Criar relacionamento é fundamental para conquistar bons links e existe uma série de caminhos e com certeza aqui na Yooper você vai encontrar o certo para você. 

(Leandro)- Obrigado pelas respostas. E você que gostou do nosso debate, acompanhe esse e outros vídeos no nosso FAQ Yooper.